Dos 16 incêndios registados às 19:00, sete mobilizavam 730 bombeiros nos distritos do Porto, Viseu, Bragança e Castelo Branco, o mais recente dos quais em Cabeçudo, concelho de Sertã, de acordo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Este fogo, no distrito de Castelo Branco, com uma frente ativa em zona de floresta, deflagrou às 17:00 e está a mobilizar 153 bombeiros, 51 veículos e três meios aéreos.

No distrito de Castelo Branco, o incêndio em Adingueiro/Monsanto, concelho de Idanha-a-Nova, que começou às 14:53, está dominado, estando no terreno 96 bombeiros e 39 veículos.

O distrito de Viseu regista três incêndios, sendo o de Ponte Ferreira/Romãs, concelho de Sátão, o que regista mais meios: 179 bombeiros, 52 veículos e três helicópteros. Este fogo, com uma frente ativa, deflagrou em zona de mato.

Os outros dois incêndios no distrito de Viseu ocorrem em Arnas (Sernancelhe), com 99 bombeiros no local, apoiados por 27 veículos e um helicóptero, e em Macieira (São Pedro do Sul), com as chamas a serem combatidas por 93 elementos, 29 veículos e dois meios aéreos.

No distrito do Porto, as chamas queimam uma área de mato em Brenha/Santa Marta (Penafiel) desde as 13:21, estando no local 56 bombeiros, 17 veículos e um helicóptero.

Em Vilar de Ouro/São Pedro Velho (Mirandela), distrito de Bragança, estão 54 bombeiros e 17 viaturas a combater as chamas de um fogo em zona de mato que começou às 16:05.