O metro de Lisboa encerrou os serviços às 23.30, porque para esta quinta-feira está marcada mais uma greve.

Num comunicado publicado na página de Internet, o Metropolitano de Lisboa diz prever que a circulação dos comboios esteja parada na quinta-feira e só deva ser retomada às 06:30 de sexta-feira.

O tribunal arbitral do conselho económico e social não decretou serviços mínimos para a greve dos trabalhadores, ao contrário do que tinha decidido há 15 dias e que levou à suspensão da paralisação.

Os trabalhadores do metro de Lisboa agendaram esta greve de 24 horas para quinta-feira depois de 36 organizações sindicais e comissões de trabalhadores do setor dos transportes terem decidido avançar com uma quinzena de greves, entre 25 de outubro e 8 de novembro, contra as propostas do Orçamento do Estado para 2014.