Nove pessoas suspeitas de associação criminosa e tráfico de estupefacientes foram detidas pela GNR na sequência de buscas domiciliárias feitas na Lourinhã, Óbidos, Caldas da Rainha e Benedita, revelou uma fonte daquela corporação.

Em comunicado, a GNR adiantou que os detidos têm idades entre os 20 e os 65 anos e «faziam parte de uma organização criminosa, que se dedicava ao tráfico de estupefacientes».

De acordo a GNR, foram ainda apreendidas 1.094 doses de estupefaciente diverso: 431 de cocaína, 373 de cocaína/heroína, 200 doses de heroína, 88 de erva, e duas de haxixe.

Vinte e três pés de canábis, duas caçadeiras, uma arma de fogo, duas armas de ar comprimido, seis armas brancas, um bastão, 244 cartuchos de caça, uma mira telescópica, seis viaturas, dois motociclos, 6.430 euros em dinheiro, 21 peças de ouro e oito peças de marfim foram outros materiais apreendidos.

Na operação foram também levantados cinco autos por contra ordenação ambiental e foram protegidas quatro crianças menores, que foram encaminhadas para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

Esta operação, coordenada pelo Ministério Público do Tribunal Comarca de Lisboa Norte, envolveu 150 militares do Comando Territorial de Lisboa e de Leiria, da Unidade de Intervenção da GNR, da Unidade Especial de Polícia da PSP e da Polícia Judiciária, como noticia a Lusa.