A GNR apreendeu esta quarta-feira 230 quilos de peixe e identificou três homens que estavam a pescar ilegalmente diversas espécies no rio Mondego, anunciou o Comando Territorial de Coimbra da corporação.

Quando foram intercetados por elementos da GNR de Taveiro e do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Coimbra, os homens estavam a pescar «por meio e em local proibidos», entre os portos fluviais de Taveiro e Ribeira de Frades.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana informa que foi apreendida uma rede com malha de 12 centímetros e 100 metros de comprimento, um barco de madeira, um remo, uma âncora e 103 peixes, entre barbos, trutas e sáveis, que pesavam 230 quilos.

Foram restituídos ao rio apenas 15 peixes ainda com vida.

Chamada ao local, a veterinária municipal «atestou a qualidade do restante pescado para consumo», tendo sido distribuído por várias instituições de solidariedade social do concelho de Coimbra, adianta a nota.