Mais de 95% dos 12 mil condutores fiscalizados na noite de fim de ano pelas brigadas do projeto «100% Cool», que se juntou à GNR nesta operação, ou não revelaram álcool no sangue ou tinham valores dentro dos limites legais.

Segundo dados divulgados esta quinta-feira pela Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas (ANEBE), que promove o «100% Cool», dos cerca de 12 mil condutores fiscalizados ao nível do álcool, 430 revelaram excessos.

«Os jovens portugueses, de uma maneira geral, estão cada vez mais sensibilizados para a necessidade de não consumir álcool, ou fazê-lo de forma moderada, quando vão conduzir», concluiu a ANEBE perante os resultados da fiscalização na noite de Ano Novo.

Brigadas do «100% Cool» juntaram-se às ações de fiscalização da GNR nas cidades de Lisboa, Porto e Albufeira, tendo premiado cerca de 80 condutores jovens que não apresentavam álcool no sangue.

Durante os operações de fiscalização rodoviária do Natal e Ano Novo, a ANEBE levou às estradas portuguesas mensagens de sensibilização para a necessidade de os condutores não consumirem bebidas alcoólicas.

Em comunicado, o secretário-geral da associação congratula-se ainda com a redução no limite da taxa de alcoolemia para recém-encartados, mas lembra que a ANEBE «defende o não consumo de álcool para os condutores».