A PJ do Norte anunciou a detenção de um homem de 30 anos, suspeito de ter ateado dois incêndios florestais ocorridos no final da tarde de quinta-feira em S. João da Madeira.

Em comunicado, a PJ, que contou com a colaboração da PSP local, refere que o arguido «ateou os fogos numa zona de mato e floresta, com recurso a um isqueiro, e pôs em perigo uma mancha florestal aí existente, confinante com habitações desse lugar, no qual deflagraram outros incêndios no dia anterior».

O detido, condutor de máquinas, não apresenta antecedentes criminais nem, segundo a PJ, «qualquer motivação racional para a prática» dos crimes em causa, alegando porém uma «forte compulsão pelo atear de incêndios».

O homem será presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

A PJ informa ter já este ano procedido à identificação e detenção de 31 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.