O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, anunciou uma ação de protesto contra o Orçamento de Estado, a realizar no dia 1 de novembro junto à Assembleia da República, em Lisboa.

Recorde a manifestação da CGTP desde a travessia da ponte

Arménio Carlos: «Este Orçamento do Estado não pode passar»

«No próximo dia 1 de novembro, dia feriado que nos foi roubado e que coincide coma primeira votação na generalidade do Orçamento de Estado, lá estaremos, de novo, na Assembleia da República, às 10:00 horas, para rejeitar a proposta de Orçamento, para exigir a demissão do Governo e a realização de eleições quanto antes», disse Arménio Carlos aos manifestantes concentrados em Alcântara, em Lisboa.

O sindicalista afirmou aos milhares de pessoas que participaram no protesto que hoje, no Porto e em Lisboa, foi feita «uma das lutas mais intensas, vibrantes e determinadas do movimento sindical e dos trabalhadores portugueses».