O carrossel que descarrilou nas festas de Pegões Velho, Montijo, provocando ferimentos em quatro crianças, foi encerrado e vai ser alvo de peritagens, disse à agência Lusa fonte da GNR.

«O carrossel foi encerrado para serem efetuadas peritagens. Temos a indicação que estava tudo bem com os licenciamentos mas foi suspensa a atividade para que sejam apuradas as circunstâncias do acidente», disse fonte da GNR.

Segundo a mesma fonte, uma cavilha desprendeu-se do equipamento, provocando a queda do comboio de diversões que provocou ferimentos em quatro crianças, mas apenas as peritagens podem confirmar o que esteve na origem do descarrilamento.

Segundo os Bombeiros de Canha e Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, contactados pela Lusa, das quatro crianças feridas, três foram transportadas para os hospitais de Setúbal e do Barreiro, mas nenhum caso inspirava perigo de vida.

O acidente ocorreu nas festas de Pegões Velho, Montijo, cerca das 22.20 de sábado, quando um comboio para crianças descarrilou, tendo estado no local bombeiros de Canha e Águas de Moira, a viatura do INEM e a GNR.

Segundo fonte do INEM, uma das crianças, uma rapariga com dez anos, apresentava trauma ligeiro no membro inferior. Outra rapariga, com a mesma idade, foi transportada ao hospital com um traumatismo crânio-encefálico ligeiro.

A vítima de seis anos, do sexo masculino, também apresentava um traumatismo crânio-encefálico, sem perda de consciência, tendo sido evacuada para o hospital, com acompanhamento médico.

Segundo fonte do hospital de Setúbal, a criança já teve alta.

A outra vítima foi levada pela mãe, não tendo sido por isso avaliada clinicamente.