O secretário regional do Turismo e Transportes assegurou que está garantida a realização nos Açores das próximas duas edições da prova desportiva internacional «Red Bull Cliff Diving», cuja edição de 2014 terminou hoje.

«Esta consistência na realização da prova vem no sentido de solidificar os eventos, porque sabemos que, com esta capacidade de solidificação e consolidação, o retorno expetável de cada um deles é cada maior», declarou Vítor Fraga, no final da edição de 2014 da «Red Bull Cliff Diving», que decorreu no ilhéu de Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel.

O responsável pela pasta do Turismo do governo açoriano considerou que os Açores, no âmbito da realização de eventos e na sua capacidade para contribuir para o retorno dos mesmos, constituem uma «região importante», como foi revelado.

Vítor Fraga recordou que o campeonato Red Bull Cliff Diving possui 1,2 mil milhões de contatos ao longo da época, o que, referiu, «potencia claramente a capacidade dos Açores».

O secretário regional do Turismo e Transportes sublinhou o empenho colocado na realização da prova nos Açores por parte da Red Bull, bem como do Clube Naval de Vila Franca do Campo, que tem desenvolvido o que considerou um «trabalho exemplar de cooperação para que esta prova seja uma realidade».

«O Governo dos Açores tem vindo a apostar neste tipo de eventos, que têm uma caraterística comum, que é o contato direto com a nossa matriz de oferta turística, a natureza», declarou Vítor Fraga.

Gonçalo Bettencourt, da organização do evento, considerou, por seu, turno, à agência a Lusa, que a realização da prova como «francamente positiva» e que, na perspetiva desportiva, a animação «foi máxima».

«Os atletas apreciaram o cenário único de Vila Franca do Campo de saltar diretamente das rochas, uma caraterística desta etapa que não acontece em mais lado nenhum do mundo e que representa, de certa forma, o regresso às origens», declarou Gonçalo Bettencourt.

Gonçalo Bettencourt considera que «cada vez mais o «cliff diving» já faz parte do panorama açoriano, sendo já um clássico em termos de calendário».

O Red Bull Cliff Diving World Series esteve de regresso aos Açores pelo terceiro ano consecutivo, tendo os atletas saltado do ilhéu de Vila Franca do Campo de uma plataforma de 27 metros e diretamente das rochas.

Esta foi a quinta etapa da temporada, depois do arranque em Havana (Cuba) e das passagens pelo Texas (EUA), pela ilha de Inis Mór (Irlanda) e por Kragero, na Noruega.