Um idoso de Vinhais, no Distrito de Bragança, ficou em prisão preventiva depois de ter sido apanhado em flagrante delito a atear um incêndio naquele concelho do Distrito de Bragança, informou hoje a GNR.

De acordo com aquela força de segurança, militares da GNR detiveram o homem de 68 anos em flagrante delito pelo crime de incêndio na localidade de Brito de Baixo, onde o suspeito residia.

O homem foi presente a Tribunal e fica a aguardar julgamento em prisão preventiva, no Estabelecimento Prisional de Bragança, segundo ainda informação divulgada pela GNR.

Esta detenção eleva para 39 o número de detidos este ano pelas autoridades portuguesas pelo crime de incêndio.

Segundo dados divulgados na sexta-feira pela PJ, até aquela data tinham sido detidos 38 suspeitos.