Uma turista de nacionalidade inglesa foi resgatada pouco depois da meia-noite de domingo por pescadores madeirenses, a 500 metros da costa, na zona de Santa Cruz, informou o comandante da Capitania do Porto do Funchal.

A cidadã inglesa, de 65 anos, chegou no sábado à Madeira, acompanhada do marido, no navio de cruzeiro "Marco Polo", mas quando este zarpou, cerca das 20:00, ela não se encontrava a bordo.

O comandante da Capitania do Funchal, Félix Marques, explicou à Lusa que, por razões ainda não apuradas, a senhora terá decidido regressar a Inglaterra de avião, tendo, por isso, ido para a zona de Santa Cruz, a leste do Funchal, onde se encontra o Aeroporto Internacional da Madeira.

No entanto, ao ver o "Marco Polo" passar por ali, já depois das 20:00, dirigiu-se à beira-mar e atirou-se à água, começando a nadar em direção ao navio, sempre agarrada à mala de mão.

Félix Marques explicou que, por volta da meia-noite, a tripulação de um pequeno barco de pesca, que se encontrava a 500 metros da costa, ouviu-a gritar e acabou por a socorrer, transportando-a para a zona de São Pedro, no concelho de Santa Cruz.

Os Bombeiros Municipais de Santa Cruz fizeram depois o transporte da turista, que estava bastante debilitada, para o Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, onde ficou internada.