A vacina BCG, contra a tuberculose, está esgotada há quatro meses em Portugal. O stock da vacina que deve ser administrada aos bebés quando nascem só deverá ser reposto em meados de agosto. 

Há três semanas, a DGS apontava para uma regularização em finais de julho ou princípios de agosto. No entanto, ao que tudo indica, vai demorar um pouco mais. 

Segundo a Direção-geral de Saúde, em causa estão falhas nas encomendas do laboratório dinamarquês responsável pela produção da vacina que integra o plano nacional de vacinação.

No entanto, para as autoridades de saúde, esta é uma situação que não coloca em risco a saúde pública, dada a baixa incidência da tuberculose em Portugal.

Quando a situação for regularizada, as crianças não vacinadas à nascença começarão a ser chamadas para receberem as vacinas nos centros de saúde, que deverão gerir os seus stocks, segundo a informação prestada em junho pela subdiretora-geral da saúde. 

Desde outubro de 2014 que tem havido falta de stock desta vacina. Os alertas da DGS começaram em março deste ano, mas sempre com indicação de que não há risco para a saúde pública.