O suspeito de ter assassinado à facada um vizinho de 38 anos durante a noite da passada segunda-feira, em Aveiro, vai aguardar o desenrolar do processo em prisão preventiva, segundo infirmações de fonte policial.

O indivíduo de 73 anos foi hoje presente a primeiro interrogatório judicial, no Departamento de Investigação e Ação Penal de Aveiro, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa.

O crime ocorreu cerca das 23:00 da passada segunda-feira, num prédio situado na rua Príncipe Perfeito, em Aveiro, na sequência de “uma desavença entre vizinhos e no culminar de más relações” que o homicida e a vítima vinham mantendo.

Segundo um comunicado da Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro, o detido esfaqueou a vítima, pelo menos por duas vezes em áreas vitais, peito e pescoço, infligindo-lhe ferimentos que lhe vieram a provocar a morte, isto apesar de ter sido prontamente acionado o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) que face à gravidade dos ferimentos já nada pode fazer.