Uma juíza do tribunal de Instrução Criminal de Sintra recusou suspender um oficial da PSP suspeito de ter agredido um homem dentro do Tribunal da Amadora. O pedido tinha sido efetuado pelo procurador do Ministério Público, que viu agora o mesmo recusado.

A TVItinha denunciado várias incongruências no processo que, agora, foi avaliado por uma magistrada do Tribunal de Instrução Criminal de Sintra

Este é o segundo pedido de suspensão que a juíza nega ao procurador. O primeiro caso remonta a 5 de fevereiro de 2015 e envolve acusações de agressões a seis jovens da Cova da Moura, na esquadra de Alfragide

Hélder Cordeiro, procurador do Ministério Público pediu, em setembro deste ano, a suspensão de funções dos 18 agentes mas a suspensão foi recusada.