Os Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo vão lançar em 2015 um serviço de transporte de animais e este mês começaram a levar cuidados de enfermagem à população do concelho para angariar receitas, disse à Lusa fonte da direção.

«É uma forma criativa de dar a volta à crise e gerar receitas. Temos que pensar em coisas novas porque não podemos ficar agarrados a subsídios. É o que está a acontecer a nível nacional para fazer frente às dificuldades que afetam as corporações de Bombeiros Voluntários», afirmou o atual vice-presidente da Associação Humanitária, Luciano Moure.

O responsável, que deverá ser eleito sexta-feira presidente da direção da instituição, uma vez que encabeça a única lista que concorre às eleições dos novos corpos sociais, adiantou que o serviço de transporte de animais ao domicílio, designado «Pet Mobile» vai começar a funcionar em janeiro próximo.

«A ideia, fomos buscá-la a outra corporação de bombeiros do país que já tem esse serviço. Como temos viatura que ia ser desativada decidimos apostar no novo serviço», adiantou.

Além do transporte, por exemplo para uma ida ao veterinário, o «Pet Mobile» dos Voluntários de Viana será ainda complementado com «um espaço onde os animais poderão ficar durante dois ou três dias».

«Pessoas que estão a mudar de casa podem recorrer a este serviço a custos reduzidos», explicou.

Já este mês entrou em funcionamento o posto móvel de enfermagem que permite «aos quatro enfermeiros da corporação deslocarem-se ao domicílio ou local de qualquer freguesia do concelho para prestar cuidados de saúde».

«Tínhamos uma ambulância que ia deixar de ter utilidade no transporte de doentes e decidimos transformá-la num posto móvel de enfermagem. Pensamos ainda celebrar protocolos com as Juntas de Freguesia, sobretudo as que têm o Centro de Saúde distante, para prestar pequenos exames clínicos», adiantou.

Os cuidados ao domicílio não representam, segundo Luciano Moure, «um acréscimo de custos» relativamente aos valores práticos no Centro de Enfermagem instalado no quartel da corporação.

A estrutura esteve fechada cerca de três anos para obras de remodelação e «já está a funcionar em pleno».

«Reabrimos o Centro de Enfermagem em julho após obras que dotaram a estrutura de todas as condições exigidas pelas entidades do setor mas ainda não tínhamos o número necessário de enfermeiros. Agora temos os profissionais suficientes para garantir o funcionamento do serviço entre as 08:00 e as 22:00, de segunda-feira a domingo», explicou.

Fundados em 1881 a corporação de Voluntários de Viana é das mais antigas do país. Contam com uma estrutura constituída por mais de 30 profissionais e cerca de 80 bombeiros.