Um acidente com um camião obrigou, esta quinta-feira, ao corte do trânsito nas três faixas do sentido Norte-Sul da Auto-Estrada do Norte (A1). O camião virou-se na auto-estrada, obrigando as autoridades ao corte do trânsito. Fonte da GNR do Carregado disse, em declaração à LUSA, que, só durante a madrugada de sexta-feira, a situação deve estar totalmente regularizada. De acordo com a fonte, não é previsível que a circulação nas três vias (agora faz-se apenas numa) seja possível nas próximas três horas. A fonte diz que há uma fila na A1, no sentido norte-sul, de cerca de cinco quilómetros.

De acordo com fonte do destacamento de trânsito da GNR do Carregado, o pesado de mercadorias despistou-se e ficou tombado "ocupando a totalidade das três vias". Cerca das 18:30, a circulação começou a ser feita apenas por uma faixa.

Segundo a GNR, na remoção do camião partiu-se a caixa de transporte de mercadorias, sendo agora necessário retirar as mercadorias e proceder depois à limpeza da via.

A GNR aconselha os condutores a utilizar alternativas uma vez que o corte da via "será superior a um período de uma hora".

"Para os condutores que viagem para Sul devem sair no Carregado para a A10/A9 CREL e depois sair em Alverca ou continuar pela CREL. Dado o volume de trânsito, é desaconselhada a viagem até Vila Franca de Xira para depois sair para a Nacional 10. Para os condutores que viajam para Norte não há qualquer impedimento".

Ao que a TVI conseguiu apurar, um pneu da frente do camião rebentou, o veículo guinou, a cabine acabou por seguir o muro e a traseira arrastou para a esquerda, fazendo com que o camião capotasse.

Os bombeiros não foram chamados ao local porque o acidente não causou feridos. No local estiveram Brigada de Trânsito da GNR, veículos da Brisa e Via Verde.