A PSP de Lagos deteve na terça-feira seis pessoas suspeitas de tráfico de droga e apreendeu mais de 4.000 doses de cocaína e heroína, anunciou o Comando Distrital de Faro da força de segurança.

Os detidos têm idades entre os 25 e os 52 anos e foram abordados pela PSP no âmbito de uma investigação com “cerca de 10 meses” desenvolvida pela esquadra de Lagos para “combater o tráfico de estupefacientes, nomeadamente das drogas duras - heroína e cocaína”, precisou a mesma fonte num comunicado.

Ao longo da investigação os investigadores terão, segundo a PSP, “reunido prova suficiente relativa à atividade que os suspeitos desenvolviam” para fundamentar “nove mandados de busca”, executados “na cidade de Lagos e na área da grande Lisboa”, com o apoio de equipas da Unidade Especial de Polícia e da divisão de investigação criminal do Comando Metropolitano de Lisboa.

“Da operação policial desenvolvida resultou a apreensão de 4.638 euros em dinheiro, 2.015 doses de heroína, 2.234 doses de cocaína, 16 telemóveis, uma caçadeira de canos serrados e nove cartuchos, sete balanças de precisão, vários objetos utilizados no acondicionamento e embalamento do produto e ainda 745 gramas de produto indeterminado”, contabilizou a PSP.

O Comando de Faro frisou que, previamente, e também “no decorrer desta investigação”, a PSP já tinha conseguido apreender “aos arguidos 490 doses de cocaína e 395 doses de heroína”.

Dois dos detidos também tinham, acrescentou a PSP, “antecedentes criminais por tráfico, sendo que um deles possuía documentos de identificação falsos”, nomeadamente passaporte, bilhete de identidade e cartão de residência em Portugal.

O Comando Distrital de Faro manifestou a sua convicção de que a operação realizada vai permitir “reforçar a tranquilidade pública da comunidade residente” e adiantou que detidos vão ser presentes em tribunal para aplicação das eventuais medidas de coação.