Dois arguidos ficaram em prisão preventiva e três com apresentações diárias no âmbito de um processo sobre suspeita de tráfico de droga, anunciou esta terça-feira a Procuradoria da Comarca de Setúbal.

Foram presentes ao Juízo de Instrução Criminal de Setúbal quatro homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 24 e os 51 anos, com a imputação da prática de crime de tráfico de estupefacientes, que levaram a cabo na cidade de Setúbal, de 2016 a junho de 2017", refere a Procuradoria, em comunicado.

Segundo o documento, as vendas eram realizadas a partir das várias residências que frequentavam, bem como através de encontros em diversos locais da cidade.

Dois dos arguidos ficaram sujeitos a prisão preventiva e os outros três a obrigação de apresentações diárias a entidade policial e a proibição de contactos", acrescenta.

Os arguidos tinham sido detidos no dia 21 de junho, na sequência de buscas nas quais foram apreendidas 41 mil doses de haxixe, 1.700 doses de cocaína e duas de liamba.

A PSP apreendeu também uma estufa com vários pés de canábis, 212 euros em dinheiro, duas viaturas, cinco telemóveis, seis facas, um bastão metálico, uma catana, um punhal e diversas munições.

A Procuradoria refere que a investigação prossegue sob direção da Unidade Especializada em Criminalidade Violenta do DIAP Sede da Comarca de Setúbal e a cargo da Esquadra de Investigação Criminal de Setúbal da PSP.