A PSP acredita ter desmantelado uma rede de tráfico de droga que abastecia de heroína a Grande Lisboa, e cujas primeiras detenções aconteceram em 2012 com a maior apreensão de droga dos últimos 15 anos, disse fonte policial.

De acordo com a PSP, nos últimos dois dias foram detidos quatro homens em zonas de Loures, Odivelas e Sintra, suspeitos de pertencerem a uma rede de tráfico que estava a ser investigada desde fevereiro de 2012.

Na primeira fase da investigação, foram detidos em maio do ano passado três homens por tráfico de droga, na posse de 250 gramas de heroína.

Numa segunda fase, em novembro desse ano, a polícia apreendeu cerca de 28 quilos de heroína, naquela que foi a maior apreensão desta droga nos últimos 15 anos em território nacional, 102 mil euros e duas armas de fogo, e deteve cinco suspeitos, que já se encontram a cumprir penas de prisão entre os 8 e os 12 anos.

A terceira fase da investigação culminou hoje com a detenção de quatro suspeitos e com a apreensão de 13 mil doses de heroína, avaliadas em 65 mil euros, 14 quilos de produto de corte, 11.600 euros, duas balanças de precisão, um moinho, uma prensa hidráulica, três viaturas, um cofre.

A polícia apreendeu ainda uma máquina de contar dinheiro, um secador, 15 telemóveis e vários utensílios de corte e de adulteração de droga.

Fonte da PSP disse à agência Lusa que, desta forma, a PSP «desmantelou» o grupo que abastecia de heroína os concelhos de Loures, Odivelas, Sintra e Amadora.

«Faziam todos parte do mesmo grupo que não se terá extinguido com as primeiras detenções em 2012. Acreditamos que agora acabámos com este grupo criminoso», cita a Lusa.

Um dos detidos esteve preso em França entre fevereiro e julho deste ano, depois de ter sido intercetado na posse de 500 mil euros. Os detidos vão ser presentes a tribunal para primeiro interrogatório judicial.