O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Coimbra aplicou esta terça-feira a medida de prisão preventiva a um homem de 60 anos detido em Tábua por tráfico de droga, disse à agência Lusa uma fonte da GNR.

Detido na tarde de segunda-feira, nos arredores daquela vila do distrito de Coimbra, o arguido possuía 213 plantas de caábis na sua residência, que cultivava em estufa e que estavam "em diferentes fases de crescimento", adiantou a mesma fonte.

"A detenção efetuou-se após a realização de três buscas domiciliárias, no âmbito de um processo que já se encontrava em investigação há aproximadamente um mês", informou o Comando Territorial de Coimbra da GNR em comunicado.


Além dos 213 pés de canábis, o Núcleo de Investigação Criminal da GNR da Lousã apreendeu 19 doses individuais de haxixe, 272,5 gramas de canábis, cerca de 200 euros em numerário, uma arma de ar comprimido, dois computadores e diverso material relacionado com aquele cultivo ilegal.

Apresentado esta quarta-feira no TIC de Coimbra, para um primeiro interrogatório judicial, vai aguardar o julgamento em prisão preventiva.