A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem suspeito de ter esfaqueado outro até à morte, depois de a vítima ter agredido a sua companheira à porta de um café.

O suspeito vai ser hoje presente ao juiz de Instrução Criminal de Torres Vedras para lhe serem aplicadas as respetivas medidas de coação.

O caso ocorreu na madrugada de domingo, à porta de um café em Casalinhos de Alfaiata, quando o suspeito, de 43 anos, terá presenciado um outro homem, de 55 anos, a agredir com uma arma branca a companheira, de 48 anos, disse à agência Lusa fonte policial.

A mulher foi atingida num ombro, depois de o agressor a ter perseguido até ao estabelecimento comercial e ter aí esperado por ela.

A mulher abandonara a casa do casal, na Bordinheira, na sequência de alegados problemas de violência doméstica, que obrigaram à intervenção da GNR na noite de sexta-feira.

Após ser agredida à porta do café nos Casalinhos de Alfaiata, a companheira foi auxiliada por terceiros, um dos quais o alegado homicida do seu companheiro.

Segundo a mesma fonte, os dois homens envolveram-se em agressões físicas e, no meio da rixa, o de 43 anos conseguiu agarrar na mesma faca com que o outro teria agredido a companheira, acabou por esfaqueá-lo com dois golpes em zonas vitais, pelo que a vítima veio a cair no chão numa outra rua das imediações do café.

Quando os bombeiros foram chamados ao local para socorrer a mulher, foram alertados já no local pelos populares para a existência do homem caído no chão, que veio a morrer já na urgência do hospital de Torres Vedras, para onde foi transportado.

Antes disso, o suspeito mandou fora a faca, ausentou-se do local e foi para casa, onde viria a ser encontrado pela GNR, ao ser chamada ao local.

Nessa ocasião, foi logo detido pela GNR, ficando à guarda desta força de segurança até ser entregue à Polícia Judiciária.

Nessa madrugada, a arma branca viria a ser encontrada pela GNR a cerca de 15 metros do café.