logotipo tvi24

Armas ilegais: ministro fala em «dezenas de milhar»

«Desconheço o número ao certo de armas ilegais, justamente por serem ilegais», disse Rui Pereira

Por: Redacção    |   2008-07-17 14:04

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, disse desconhecer em concreto o número de armas ilegais em Portugal, mas adiantou que as forças de segurança estimam que sejam em «dezenas de milhar».

«Desconheço o número ao certo de armas ilegais, justamente por serem ilegais», afirmou Rui Pereira aos jornalistas no final da assinatura de protocolos para combater e prevenir o carjacking. No entanto, o governante, citando dados das forças de segurança, referiu que «o número de armas ilegais cifra-se nas dezenas de milhar».

Rui Pereira - que falava no dia em que o jornal «Público» avançou a existência de 1,4 milhões de armas ilegais em Portugal - adiantou que este ano foram já apreendidas quatro mil armas ilegais, «mais do que no mesmo período do ano passado».

Segundo o ministro, em todo o ano de 2007 a PSP e a GNR apreenderam oito mil armas em situação ilegal.

Partilhar
EM BAIXO: Pistola
Pistola

Luz verde: 5,1 milhões de euros para alimentar praias da Caparica
Ministro já pode autorizar despesas, após despacho publicado em Diário da República
Ambulâncias médicas vão ter escala reforçada
Objetivo é que casos como o de Évora não se repitam
Nove mil enfermeiros abandonaram o país desde 2009
Só entre janeiro e março, mais de 500 enfermeiros portugueses saíram do país
EM MANCHETE
Queda de muro mata três estudantes
Braga: universitários eram todos caloiros. No momento do acidente, jovens estariam envolvidos numa «guerra de cursos». Feridos já tiveram alta hospitalar
Casas de penhores: Deco levanta dúvidas à atividade
Nove mil enfermeiros abandonaram o país desde 2009