O suspeito de ter atingido com dois tiros um vizinho depois de uma discussão que ocorreu na sexta-feira, no Pinhão, concelho de Alijó, vai ficar em prisão domiciliária com pulseira eletrónica, disse esta segunda-feira fonte da Polícia Judiciária (PJ).

Segundo disse a PJ, em comunicado, o crime verificou-se na sequência de uma discussão e agressões com os vizinhos, tendo o arguido efetuado vários disparos a curta distância contra a vítima, um homem de 72 anos, atingindo-o no tórax e região abdominal.

A vítima foi transportada para o Hospital de Vila Real onde foi sujeita a intervenção cirúrgica urgente.

Na sexta-feira, os dois homens ter-se-ão envolvido em confrontos físicos e depois, o mais novo terá ido buscar uma arma e atingido com dois disparos o mais velho.

O crime ocorreu perto do posto da GNR do Pinhão.

O alegado agressor foi de imediato detido pela militares da GNR e depois foi entregue à Polícia Judiciária.

O suspeito foi presente a interrogatório judicial tendo-lhe sido aplicada como medida de coação a obrigação de permanência em habitação com vigilância eletrónica.