Uma mulher de 66 anos foi esta terça-geira baleada no abdómen, depois de alegadamente o marido da sua filha ter disparado contra a sua casa em Caldas de Moledo, Régua, disse fonte da GNR.

O tenente-coronel João Morgado, relações públicas do comandado da GNR de Vila Real, disse à agência Lusa que o alegado agressor, um homem de 39 anos, já se entregou no posto de Peso da Régua e que o caso passou para a alçada da Polícia Judiciária (PJ).

De acordo com o responsável, a mulher do suspeito, com 29 anos, apresentou uma queixa contra o marido no domingo, no posto da Régua, e depois ter-se-á refugiado depois na casa da sua mãe em Caldas de Moledo.

Esta terça-feira, por volta das 6:30, o alegado agressor “efetuou disparos para a porta da casa” da sogra, que acabou por ser atingida na zona do abdómen.

Segundo o Centro de Operações de Socorro de Operações de Socorro (CDOS), a vítima ficou com “ferimentos ligeiros” e foi transportada para a unidade de Vila Real do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD).

Para o local foram mobilizados os bombeiros de Peso da Régua, a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) e os militares da GNR.

A PJ de Vila Real está a investigar o caso.