Depois de um fim de semana com temperaturas altas, a semana começa com céu pouco nublado ou limpo e temperaturas máximas acima dos 30 graus Celsius, em especial nas regiões do interior centro e sul e Vale do Tejo, disse hoje à Lusa a meteorologista Madalena Rodrigues.

“Hoje e amanhã [terça-feira] serão dias de céu pouco nublado ou limpo, embora com alguma nebulosidade no interior centro e sul. Vamos ter também uma pequena subida da temperatura máxima”, adiantou a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Madalena Rodrigues, o vento vai soprar fraco a moderado do quadrante leste e nas terras altas das regiões do norte e centro, com rajadas que podem atingir os 70 quilómetros por hora.

“Amanhã [terça-feira], não será um dia muito diferente, estando prevista apenas uma pequena descida da temperatura máxima da ordem dos 3 graus Celsius”, declarou.

A especialista indicou que hoje as temperaturas máximas vão oscilar entre 34 e 36 graus celsius na região sul e Vale do Tejo.

“Amanhã [terça-feira] prevê-se uma pequena descida das temperaturas no litoral norte e centro, mas nada de significativo. Depois, vão manter-se sempre com os mesmos valores: acima dos 30 graus”, adiantou.

A tendência para o resto da semana, segundo Madalena Rodrigues, é de céu pouco nublado ou limpo, vento fraco a moderado e valores das temperaturas máximas acima dos 30 graus, principalmente na região sul e Vale do Tejo.

Risco de incêndio

De acordo com o instituto, estão em risco ‘Muito Elevado' de incêndio os concelhos de Barrancos (Beja), Mação, Sardoal (Santarém), Vila de Rei, Sertã, Oleiros, Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Fundão, Covilhã e Belmonte (Castelo Branco), Guarda e Trancoso (Guarda), Sernancelhe e Tarouca (Viseu) e Vimioso (Bragança).

O IPMA colocou também em risco ‘Elevado’ de incêndio vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental com exceção de Lisboa e Leiria.

Cuidados com o sol

Oito regiões do país apresentam hoje risco 'Extremo' de exposição à radiação ultravioleta (UV) e outras 17 estão com níveis 'Muito Altos', informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na sua página da Internet.

Em risco ‘Extremo’ estão as regiões de Bragança, Braga, Coimbra, Guarda, Penhas Douradas, Porto, Viseu e Vila Real.

O instituto colocou também as regiões de Aveiro, Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Funchal, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Santa Cruz das Flores e Ponta Delgada em risco ‘Muito Alto’.

De acordo com o IPMA, Horta e Angra do Heroísmo apresentam hoje risco ‘Moderado’.

O IPMA recomenda à população, nas regiões com risco ‘Extremo’, que evite a exposição ao Sol.