Esta semana vai começar com uma subida da temperatura máxima da ordem dos dois a três graus Celsius, céu pouco nublado e vento fraco. Afinal é verão, é tempo de calor. 

“Para hoje e para os próximos dias prevê-se céu muito nublado ou limpo, apenas com alguma nebulosidade, dissipando ao longo da manhã e permanecendo mais tempo no litoral da região centro, e vento em geral fraco do quadrante oeste”, adiantou à Lusa a meteorologista Madalena Rodrigues, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). 

“Hoje prevê-se uma subida da temperatura máxima e nos próximos dias e até ao final da semana vai manter-se igual, sem grandes alterações. Vamos ter também nove distritos do continente hoje e amanhã [terça-feira] sob aviso amarelo por causa do tempo quente”

Apesar disso, uma situação normal para esta época do ano. As temperaturas mínimas manter-se-ão entre os 14 e os 21 graus.

Os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja estão sob aviso amarelo desde as 22:00 de domingo e até às 18:00 de terça-feira devido à previsão de persistência de valores elevados da temperatura máxima.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades que dependem do estado do tempo.

Risco de incêndio


Três concelhos dos distritos de Santarém, Castelo Branco e Coimbra apresentam hoje risco máximo de incêndio: Mação, Oleiros e Pampilhosa da Serra.

O IPMA colocou também em risco elevado e muito elevado de incêndio vários concelhos dos distritos de todos os 18 distritos de Portugal continental.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.