O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou este domingo em alerta amarelo devido "a tempo quente" os distritos de Évora, Beja, Castelo Branco e Portalegre, no continente, e as ilhas da Madeira.

Na página de internet, o IPMA coloca em alerta amarelo para o dia de hoje os quatro distritos de Portugal continental por "persistência de valores elevados da temperatura máxima", com temperaturas de 36 e 37 graus no Alentejo. 

O mesmo aviso abrange ainda a Madeira Costa-Norte e a ilha de Porto-Santo.

O alerta amarelo é o segundo nível mais baixo de uma escala de quatro, relativo a situações de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

As temperaturas vão continuar relativamente elevadas, começando a descer na quarta-feira. 

O mês de junho foi o mais quente dos últimos dez anos e o quinto desde 1931, com temperatura média do ar de quase 22 graus Celsius, "muito superior" ao normal, informou o IPMA. 

Segundo os dados do resumo climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), disponível no seu site, "junho caracterizou-se como um mês extremamente quente e seco" e registou mesmo duas ondas de calor, condições a que se acrescenta uma precipitação abaixo da média."Junho de 2015 é o mais quente dos últimos 10 anos e o 5.º mais quente desde 1931", resume o IPMA, recordando que os meses de junho de 2004 e de 2005 foram os mais quentes desde 1931, com temperaturas médias de 23,25 e 22,81 graus, respetivamente.