O estado do tempo vai mudar a partir do próximo domingo, dia em que se prevê períodos de chuva persistente em todo o país, vento forte e subida da temperatura mínima, disse a meteorologista Maria João Frada.

“Vamos ter a partir de domingo uma mudança de cenário, uma mudança do estado do tempo, prevendo-se precipitação, aumento da intensidade do vento no final do dia, que poderá ser moderado a forte e com rajadas nas terras altas, e uma subida dos valores da temperatura mínima”, adiantou à Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, a mudança no estado do tempo começou já esta sexta-feira, mas vai notar-se mais a partir de domingo.

“Neste momento, já temos uma alteração do estado do tempo, houve uma mudança de cenário, pois já não temos a influência do anticiclone que nos deu o bom tempo do último mês”, disse.

Assim, indicou, para sábado está previsto céu muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros no Algarve, estendendo-se depois ao Alentejo.

“Vamos ter uma depressão no norte e centro que vai refletir-se através de nebulosidade baixa, neblina e nevoeiros em Bragança e Vila Real. Estamos também a prever alguma chuva fraca ou chuvisco”, referiu à Lusa.

No domingo, o IPMA prevê para todo o país nebulosidade, que parte do litoral para o interior, precipitação a partir da tarde, que, no final do dia, poderá ser persistente e eventualmente forte.

“Assim, nos dias 12, 13, 14 e 15 vamos ter chuva em todo o território, vento forte e uma subida gradual da temperatura mínima. Nas máximas não há grandes alterações”, disse Maria João Frada, acrescentando que a partir de dia 16 (quarta-feira) a situação vai melhorar.