Doze localidades do país apresentam hoje risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo o IPMA, Beja, Évora, Faro, Funchal, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Setúbal, Sines, Santa Cruz das Flores, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada apresentam hoje risco muito alto de exposição à radiação UV.

O IPMA colocou ainda sob risco alto Bragança, Braga, Castelo Branco, Guarda, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Santarém, Viana do Castelo e Viseu.

Por isso, o IPMA aconselha a população a utilizar óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar e ainda a evitar a exposição das crianças ao sol.

A radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, segundo o IPMA.

O índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, sendo o máximo o onze.

O IPMA prevê para hoje nas regiões a norte do sistema Montejunto-Estrela céu geralmente muito nublado, períodos de chuva fraca ou chuvisco nas regiões do litoral, tornando-se moderada a partir do meio da manhã e estendendo-se gradualmente ao interior.

Está também prevista queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela a partir do início da tarde, descendo gradualmente a cota para os 1200/1400 metros, vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte nas terras altas e descida acentuada da temperatura máxima.

Nas regiões sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela prevê-se céu geralmente muito nublado, com abertas nas regiões do interior e no Algarve, períodos de chuva fraca ou chuvisco a partir do final da manhã nas regiões do litoral oeste, estendendo-se gradualmente ao interior.

A previsão aponta ainda para vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte nas terras altas e descida da temperatura máxima, em especial no interior.

Em Lisboa prevê-se uma máxima de 19 graus Celsius, em Castelo Branco 20, Évora, Funchal e Faro 21, Beja 22, Porto e Vila Real 15, Vila Real e Viseu 15 e Ponta Delgada, Santa Cruz das Flores e Angra do Heroísmo e Guarda 16.

Concelho de Valongo em risco máximo de incêndio

Ainda de acordo com informação disponível na página da Internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o concelho de Valongo, distrito do Porto, apresenta hoje risco máximo de incêndio.

O IPMA colocou ainda sob risco muito alto de incêndio vários concelhos dos distritos de Beja (um), Santarém (dois), Castelo Branco (quatro), Coimbra (dois), Guarda (oito), Viseu (dez), Aveiro (dois), Porto (seis), Braga (seis), Vila Real (dois) e Viana do Castelo (nove).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil registou no domingo 98 incêndios, os quais foram combatidos por 1.054 operacionais com o apoio de 295 veículos.