O fim de semana vai ser marcado pela nebulosidade, chuva e queda de neve nas terras altas, havendo também a possibilidade de a precipitação se prolongar até quinta-feira, disse à agência Lusa a meteorologista Maria João Frada.

De acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para esta sexta-feira e para o fim de semana está previsto céu nublado, ocorrência de aguaceiros que podem ser fortes e possibilidade de trovoadas e granizo, uma situação normal para a época do ano.

«Uma vez que as temperaturas estão relativamente baixas, sobretudo nas regiões do interior, prevê-se para hoje queda de neve acima dos 800/1000 metros de altitude até ao início da manhã, com tendência depois para subir até aos 1.400 metros e o vento vai soprar do quadrante sul», adiantou.

Maria João Frada indicou também que no sábado ainda está prevista «uma depressão dos níveis altos da atmosfera» e, por isso, prevê-se céu muito nublado com boas abertas, aguaceiros mais prováveis a partir da tarde e que serão de neve nas terras altas, acima dos 1.200 a 1.400 metros, vento fraco, neblina ou nevoeiro matinal e uma descida da temperatura mínima.

«No domingo, vamos ter a aproximação de um sistema frontal e regressa a nebulosidade. O céu vai ficar carregado, muito nublado ou encoberto, prevendo-se a ocorrência de chuva contínua», disse Maria João Frada, realçando que o fim de semana vai ser caracterizado pela ocorrência de precipitação.

No que diz respeito à próxima semana, a meteorologista referiu que a probabilidade é de continuação da precipitação.

«Até quinta-feira há uma probabilidade de continuação de precipitação. Temos novamente a passagem de ondulações frontais associadas a depressões e o cenário vai ser basicamente de ocorrência de precipitação, mantendo-se o tempo instável», disse.