A Madeira vai estar, a partir das 12:00, sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido a previsões de chuva forte e trovoada, anunciou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O aviso laranja, que representa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado, vai durar até às 23:59 desta terça-feira.

Também sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, estão os grupos Central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) e Oriental (S. Miguel e Santa Maria) dos Açores, como já tinha anunciado o IPMA na segunda-feira.

O IPMA informa que o aviso laranja para os Açores - devido à previsão de precipitação contínua e temporariamente forte - vai estar em vigor até às 23:59.

Esta manhã e até às 11:59, a Madeira e os grupos Central e Oriental dos Açores estão sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, o que pressupõe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O Serviço de Proteção Civil da Madeira recomendou que sejam evitados os percursos auto e apeados nas zonas montanhosas e expostas e a redução da circulação automóvel devido às previsões de forte precipitação na região.

A Proteção Civil aconselha também que durante os períodos de maior intensidade de chuva a circulação automóvel seja «reduzida ao estritamente indispensável e efetuada com toda a precaução», alertando os condutores a «prestarem especial atenção aos avisos, sinalização e recomendações das autoridades e forças de segurança».

Este serviço refere ainda que as pessoas devem informar de imediato as entidades oficiais, designadamente 112, corpos de bombeiros, Serviço Regional de Proteção Civil e o Instituto da Administração de Saúde de «eventuais situações ou ocorrências, tendo em vista uma resposta antecipada e imediata a possíveis emergências».

Entre outras medidas a adotar, a proteção civil indica que as pessoas devem manter-se informadas do evoluir da situação.

Na circulação automóvel é aconselhável reduzir a velocidade e fazê-lo com precaução devido a possíveis congestionamentos de tráfego, tendo em «atenção os lençóis de água que podem formar-se» e não circular ou estacionar em zonas propícias a inundações.

«Tenha em atenção a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e a limpeza de inertes que possam ser arrastados», vinca ainda a Proteção Civil, alertando para a situação das «estradas que podem estar cortadas ou condicionadas ao trânsito».

No que diz respeito ao continente, o IPMA prevê para esta terça-feira céu geralmente limpo, vento em geral fraco do quadrante leste, sendo moderado no Algarve e nas terras altas, neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do nordeste transmontano e acentuado arrefecimento noturno com formação de geada, em especial nas regiões do interior.

Quanto às temperaturas, em Lisboa e em Viana do Castelo prevê-se uma máxima de 14 graus Celsius, em Faro e Santa Cruz das Flores 17, no Porto, Évora, Beja, Angra do Heroísmo, Coimbra e Leiria 15, Bragança e Viseu 11, Guarda 7, Castelo Branco e Portalegre 13 e Ponta Delgada 16.