O tempo vai continuar frio pelo menos até ao final da semana, prevendo-se temperaturas mínimas abaixo dos cinco graus Celsius em Portugal continental, disse à agência Lusa Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em declarações à Lusa, o meteorologista do IPMA adiantou que esta terça-feira vai registar-se uma pequena alteração do estado do tempo com uma pequena subida da temperatura mínima em algumas regiões do país, mas os termómetros voltarão a descer na quarta-feira.

De acordo com Ricardo Tavares, as temperaturas mínimas vão estar, durante a semana, abaixo dos cinco graus no interior e entre os cinco e os oito no litoral oeste e as máximas vão variar entre os 10 e os 15 graus em todo o país.

«Hoje [terça-feira] há uma subida das temperaturas mínimas da ordem dos dois ou três graus no norte, mas amanhã a tendência é para voltar a descer e durante a semana vai manter-se, apesar de poder registar-se alguma variação de um ou outro grau. Portanto, o tempo frio vai continuar ao longo da semana», concluiu.


O IPMA prevê para esta terça-feira no continente céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir do meio da manhã, apresentando-se em geral muito nublado no Minho onde há possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca a partir do meio da tarde.

Está também previsto vento fraco, neblina ou nevoeiro matinal, que poderá persistir até ao início da tarde em alguns locais, formação de geada nas regiões do interior, pequena subida da temperatura mínima no litoral das regiões norte e centro, e pequena descida nas regiões do interior e descida da máxima.

Para quarta-feira, prevê-se céu com períodos de muita nebulosidade, tornando-se gradualmente pouco nublado ou limpo a partir do meio da manhã, vento fraco, soprando temporariamente moderado de nordeste nas terras altas do norte e centro até meio da manhã.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal, que poderá persistir até ao início da tarde em alguns locais, acentuado arrefecimento noturno, com formação de geada, em especial nas regiões do interior e pequena descida da temperatura mínima.