A chuva ainda paira sobre Portugal esta terça-feira e a agitação marítima no distrito de Faro vai ser tal que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou-o sob aviso laranja.

É o segundo aviso mais grave numa escala de quatro e vai vigorar entre as 21:00 de hoje e as 12:00 de quarta-feira. A região mais a sul de Portugal continental está, de resto, ainda sob aviso amarelo para a agitação marítima entre as 5:00 e as 21:00 de hoje - com a previsão de ondas com 2,5 a 3 metros - , para a previsão de vento forte com rajadas na ordem dos 70 km/hora e para aguaceiros por vezes fortes de granizo e acompanhados de trovoada.

Entretanto, as barras de Lagos, Portimão e Faro-Olhão tiveram mesmo de ser encerradas pelas autoridades ​e a navegação está interdita a embarcações com comprimento inferior a dez metros.

As barras de Tavira e de Vila Real de Santo António continuam abertas, disse à Lusa o comandante da Capitania de Faro, Paulo Isabel.

As autoridades vão continuar a avaliar as condições de navegabilidade nas barras algarvias durante o dia de hoje para decidir sobre o levantamento das interdições ou o encerramento das barras que permanecem abertas.

Também os distritos de Setúbal e Beja vão estar sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes, que poderão ser de granizo, e acompanhados de trovoada. Este aviso é válido entre as 9:00 de quarta-feira e as 12:00 de quinta-feira, nota a Lusa.

Nas regiões a norte, a previsão é de céu geralmente muito nublado, com boas abertas a partir da manhã e possibilidade de ocorrência de aguaceiros, em especial durante a tarde, e no Minho e Douro Litoral.

Já para as regiões do centro e sul, o IPMA prevê céu com períodos de muita nebulosidade, aguaceiros e possibilidade de ocorrência de trovoada.

Prevê-se ainda uma pequena subida da temperatura máxima. As temperaturas vão rondar os oito graus celsius de mínima e os 25 de máxima.

Braga será a cidade mais quente de Portugal continental, sendo esperados 24 em Beja, 23 em Viana do Castelo, Porto, Coimbra e Leiria, 21 em Lisboa e 18 e 19 em Sagres e Faro, respetivamente.