O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso laranja (risco moderado a grave) 10 distritos de Portugal devido à previsão de ondas que poderão atingir os 7 metros.

De acordo com as informações disponíveis na página na Internet do IPMA, até cerca das 18 horas prevê-se a ocorrência de agitação marítima com ondas de noroeste com altura entre 5 e 7 metros.

A previsão de agitação marítima mantém-se para os dois dias seguintes, mas a altura das ondas deverá baixar para os 5 metros.

Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro são os distritos sob aviso laranja devido à ondulação.

A costa norte da ilha da Madeira encontra-se também sob aviso laranja pelos mesmos motivos.

Outros 5 distritos, sobretudo do interior norte de Portugal continental, estão sob aviso amarelo, o menos grave da escala de quatro níveis de alerta, devido a previsões de queda de neve.

Para os distritos de Santarém, Portalegre, Évora e para o arquipélago dos Açores não existe qualquer alerta do IPMA.

O IMPA prevê para esta quinta-feira céu geralmente muito nublado, com abertas na região Sul a partir da tarde, e aguaceiros até meio da manhã, que serão de neve acima de 800 metros.

O vento soprará fraco a moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte no litoral e forte com rajadas até 90 quilómetros por hora nas terras altas.

Prevê-se uma ligeira descida da temperatura mínima e subida da temperatura máxima.

Aviso amarelo nos Açores

Os grupos central e ocidental dos Açores vão estar hoje e na sexta-feira sob aviso amarelo na sequência do aumento da intensidade do vento, prevendo-se rajadas até 85 quilómetros/hora e maior agitação marítima.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se para o grupo ocidental (Flores e Corvo), entre as 18:00 de hoje e as 18:00 de sexta-feira, ondas de oeste, passando a noroeste, com altura elevada.

No grupo central (Terceira, Faial, Pico, São Jorge e Graciosa), o mau tempo irá fazer-se sentir entre as 00:00 e as 18:00 de sexta-feira, com ondulação de noroeste que irá provocar ondas de elevada dimensão.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores apela à adoção de comportamentos adequados, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis, se deve observar as principais medidas de autoproteção para estas situações, designadamente ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas e não praticar atividades relacionadas com o mar.