A semana vai começar com temperaturas muito quentes, o que levou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera a colocar oito distritos de Portugal Continental e a Madeira sob aviso amarelo, depois de a Proteção Civil também ter alertado para o tempo quente e seco, com risco de incêndio.

Os avisos meteorológicos, para segunda e terça-feira, dirigem-se sobretudo a Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja.

O aviso amarelo estará em vigor entre as 08:59 de segunda-feira e as 20:59 de terça-feira, devido “à persistência de valores elevados da temperatura máxima”.

Para segunda-feira, o IPMA prevê máximas de 34ºgraus centígrados em Vila Real, 35º em Bragança, 35º em Viseu, 32º na Guarda, 37º em Castelo Branco, 36º em Portalegre, e 38º em Évora e Beja. Para terça-feira está previsto um aumento de um grau centígrado em alguns destes distritos.

Também a costa da ilha da Madeira e a ilha de Porto Santo estão sob aviso amarelo, devido às temperaturas elevadas. Neste caso, o aviso vigora entre as 18:24 de domingo e as 20:59 de terça-feira.

Fonte: IPMA

Previsão para terça-feira 

Fonte: IPMA

Chuva e trovoada nos Açores

Já nos Açores, o cenário será diferente. A superfície frontal fria, que está a atravessar o arquipélago e a provocar precipitação e trovoada “pontualmente forte”, deverá chegar segunda-feira às duas ilhas do grupo oriental.

Tudo indica que a superfície frontal fria chegue às ilhas de São Miguel e Santa Maria durante segunda-feira, mas à medida que se desloca para leste deverá perder intensidade”.

A explicação foi dada à Lusa pelo meteorologista Carlos Ramalho, da delegação dos Açores do IPMA.

Desde sábado que sete das nove ilhas dos Açores, nos grupos ocidental e central, estão sob “aviso amarelo” devido à passagem de uma superfície frontal fria, que tem causado “precipitação e trovoada potencialmente forte”.

Com a superfície frontal a “deslocar-se lentamente”, Carlos Ramalho indicou que “foi observada esta tarde trovoada na ilha de São Jorge". Quanto à precipitação, “tem ocorrido de forma localizada e muito pontual”.

Estes fenómenos atmosféricos deverão manter-se até às 12:00 de segunda-feira (mais uma hora em Lisboa) nas ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Faial e Pico, localizadas no grupo central.

O 'aviso amarelo' é o segundo menos grave de uma escala de quatro e representa risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.