O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para este domingo, nas regiões norte e centro, céu geralmente muito nublado, tornando-se gradualmente pouco nublado ou limpo a partir do meio da manhã, e uma pequena descida de temperatura nas regiões do interior.

Para a região sul, a previsão aponta para céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade até meio da manhã, em especial no litoral oeste.

Prevê ainda uma pequena descida da temperatura mínima e uma pequena subida da temperatura máxima no Algarve.

Os concelhos de Arganil e Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, apresentam este domingo risco ‘máximo’ de incêndio enquanto os restantes 41 concelhos de vários distritos de Portugal continental estão em risco ‘muito elevado’.

De acordo com o IPMA, estão em risco “muito elevado” de incêndios os concelhos de Póvoa do Lanhoso e Vieira do Minho, no distrito de Braga, Baião, no Porto, Sabrosa, em Vila Real, e Arouca, em Aveiro.

No distrito de Viseu estão sob risco ‘muito elevado’ de incêndio os concelhos de S. Pedro do Sul, Castro de Aire, Vila Nova de Paiva, Moimenta da Beira, Tabuaço e Sernancelhe.

Estão também com este risco de incêndio os concelhos de Aguiar da Beira, Trancoso, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Guarda e Sabugal, no distrito da Guarda, Góis, em Coimbra, e Figueiró dos Vinhos, em Leiria.

Segundo o IPMA estão ainda em risco ‘muito elevado’ de incêndios, os concelhos da Sertã, Oleiros, Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco, e Mação, Sardoal, Coruche e Chamusca, no distrito de Santarém, e Ponte de Sor, em Portalegre, e Montijo e Alcácer do Sal, em Setúbal.

No distrito de Évora, estão em risco ‘muito elevado” de incêndio os concelhos de Vendas Novas, Montemor-o-Novo e no distrito de Beja, o concelho de Barrancos.

O distrito de Faro tem cinco concelhos em risco ‘muito elevado’: Odemira, Alcoutim, Tavira, São Brás de Alportel e Tavira.

Risco "muito elevado" radiação UV

Todo o país apresenta este domingo risco “Muito Elevado” de exposição à radiação ultravioleta, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que aconselha a população a evitar a exposição das crianças ao sol.

No caso de risco “Muito Elevado”, o IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol e protetor solar, bem como aconselha a evitar a exposição das crianças ao sol.

Todos os distritos do país apresentam este risco “Muito Elevado”, bem como toda a Região Autónoma da Madeira e a esmagadora das ilhas dos Açores com exceção da Terceira.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é 'Baixo', 3 a 5 ('Moderado'), 6 a 7 ('Elevado'), 8 a 10 ('Muito Elevado') e superior a 11 ('Extremo').