Nuvens carregadas em praticamente todo o país. Em algumas zonas, como na grande Lisboa, quem saiu de casa pelas 07:00 da manhã deparou-se com aguaceiros 'surpresa', sem aparente aviso. Ainda assim, as máximas vão estar bastante altas em muitas cidades portuguesas. 

Na capital, as temperaturas vão variar esta sexta-feira entre 19 e 28 graus Celsius. No Porto entre 17 e 23 e em Faro entre 25 e 31 graus. 

Viseu espera entre 15 e 31, Bragança entre 15 e 34, na Guarda os termómetros vão variar entre 17 e 30. Em Coimbra entre 15 e 28, em Castelo Branco entre 20 e 35, em Portalegre entre 23 e 34, em Évora entre 17 e 34, em Beja entre 18 e 35 e em Santarém entre 17 e 29.

Nas regiões do norte e centro haverá períodos de céu muito nublado, no interior o céu estará pouco nublado no interior até ao meio da manhã. Há a possibilidade de ocorrência de aguaceiros no interior durante a tarde, em especial nas zonas montanhosas e que podem ser acompanhados de trovoada.

Está também previsto vento fraco, soprando temporariamente moderado, de noroeste no litoral durante a tarde e de sudoeste nas terras altas e neblina ou nevoeiro matinal no litoral.

No sul, prevê-se períodos de céu muito nublado, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros, em especial durante a tarde e no interior, condições favoráveis à ocorrência de trovoada, em especial no interior e a partir do final da manhã.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco do quadrante norte, soprando moderado de noroeste no litoral oeste e nas terras altas da região Sul, em especial durante a tarde.

Nos Açores, regra geral, haverá chuva durante praticamente todo o dia. 

Já o arquipélago da Madeira está sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro. O aviso do Instituto do Mar e da Atmosfera mantém-se até às 18:00 de sábado, dada a previsão de persistência de valores elevados da temperatura máxima.

O IPMA prevê para hoje na Madeira períodos de céu muito nublado e vento em geral fraco predominando de nordeste. No Funchal, as temperaturas vão oscilar entre 21 e 26 graus Celsius.

Vinte e quatro regiões do país apresentam risco muito alto e alto de exposição à radiação ultravioleta:

Com risco muito alto: Aveiro, Porto, Beja, Braga, Bragança, Viana do Castelo, Coimbra, Évora, Faro, Castelo Branco, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viseu, Funchal, Porto Santo e Vila Real.

Com risco alto: Santa Cruz das Flores, Horta e Ponta Delgada (Açores).