A PSP da Amadora deteve onze pessoas na sequência de uma operação policial que realizou "no âmbito das suas competências de prevenção e repressão da criminalidade", anunciou hoje em comunicado esta força policial.

"Com o intuito de reforçar a presença policial em diversas artérias do concelho da Amadora", foi realizada uma estratégia de policiamento na segunda e terça-feira que resultou na detenção de 11 cidadãos por condução sob efeito de álcool, falta de carta de condução, mandado de detenção por violência doméstica, furto e roubo.

Foram apreendidas, no decorrer da operação policial, 203 doses de produto suspeito de ser cocaína, três balanças de precisão, duas armas brancas, produtos para mistura em estupefacientes e ainda 2.870 euros.

Esta ação da PSP ocorreu duas semanas depois de um taxista ter sido morto na Amadora por um homem de 21 anos, que está em prisão preventiva.

Segundo a Polícia Judiciária (PJ), o taxista foi "atingido por vários golpes de arma branca no interior da sua viatura".

O alegado homicida é ainda suspeito de três roubos com arma branca cometidos nos últimos meses numa loja na Amadora e já tinha sido condenado por outros roubos.