A Policia Judiciaria anunciou esta quinta-feira a apreensão de um contentor de tabaco com 11 milhões e 200 mil cigarros de marca destinados ao mercado ilícito, fugindo assim ao pagamento de cerca de dois milhões de euros em impostos.

Em comunicado, a PJ, revela que a Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em inquérito dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), localizou e aprendeu um contentor cujas características dos maços indicam serem provenientes do Oriente, tenho como destino provável o mercado britânico.

Segundo a informação disponibilizada pela PJ, o tabaco destinava-se ao mercado ilícito e acarretaria um prejuízo de cerca de dois milhões de euros em impostos não cobrados.

A investigação da PJ teve a colaboração da Autoridade Aduaneira.