O maior navio de cruzeiros do mundo, o ‘Symphony of the Seas’, parte no sábado para a primeira viagem oficial, com mais de 130 turistas portugueses, depois de chegar esta quinta-feira a Barcelona com 250 jornalistas do mundo inteiro.

No sábado, inicia a primeira temporada de verão com cruzeiros pelo Mediterrâneo ocidental a partir de Barcelona, o primeiro dos quais, o inaugural, com mais de 130 portugueses de um total de pelo menos 5494 turistas a bordo, indo depois durante o inverno navegar pelas Caraíbas, num total de 52 partidas anuais.

A informação foi dada pela companhia Royal Caribbean à agência Lusa, durante o cruzeiro pré-inaugural de três dias para a comunicação social, com 250 jornalistas, 18 dos quais portugueses, pelo sul de Espanha, entre Málaga e Barcelona.

O navio, de 228 mil toneladas, 362 metros de comprimento e 66 de altura, representa um investimento de 1,17 mil milhões de euros e começou a ser construído em outubro de 2015 no estaleiro de Saint Nazairre, no sul de França, onde ficou concluído em definitivo há cerca de uma semana e foi lançado ao mar.

16 funcionários portugueses

O ‘Symphony of the Seas’ tem 2.774 camarotes com capacidade para hospedar até 6.780 turistas e a tripulação é composta por 2.175 pessoas de 60 nacionalidades diferentes, sendo que 16 delas são portuguesas.

É o caso de Fernando Jorge, 38 anos, de Lisboa e há 15 anos a trabalhar em cruzeiros.

Comecei na área de serviço ao cliente na receção e estive em mais de 20 navios até agora”, conta à agência Lusa o agora diretor-geral, que reparte férias entre Portugal e o Canadá, país de onde é originária a esposa.

Inês Antunes, 35 anos, da Lourinhã, é uma das três enfermeiras-chefes do hospital do navio.

Tinha um sonho de fazer um cruzeiro, adoro a minha profissão como enfermeira e tentei juntar o útil ao agradável. Vim por cinco meses e já lá vão cinco anos e meio a trabalhar em cruzeiros. Já dei três voltas ao mundo”, conta à Lusa.

Outro dos portugueses chama-se Ruben Pereira, 32 anos, de Leira e responsável pela área técnica e artística do Estudio B, uma das principais salas de espetáculos do navio.

Há sete anos na companhia, foi a bordo que conheceu a namorada, da Austrália, com quem está de casamento marcado.