O Infarmed determinou hoje a suspensão imediata da venda dos medicamentos Niquitin Menta, informando que o laboratório que comercializa estes medicamentos para deixar de fumar vai proceder à recolha de todos os lotes existentes nas farmácias.

Numa circular informativa, o Infarmed determinou a recolha voluntária, por parte da empresa GlaxoSmithKline Consumer Healthcare, de todos os lotes dos medicamentos Niquitin Menta, 1,5 mg, comprimidos para chupar, e Niquitin Menta, 4 mg, comprimidos para chupar, embalagens de 20 e 60 unidades.

Na semana passada, o Infarmed já tinha alertado para a necessidade de suspender a comercialização de alguns lotes deste medicamento, na sequência da identificação de «possibilidade de ocorrência de resultados fora das especificações em processo de compressão, nomeadamente nos parâmetros dureza de compressão, espessura ou peso».

No entanto, face à possibilidade de o risco identificado poder afetar todos os lotes destes medicamentos, o Infarmed determinou a suspensão total da sua comercialização.

Posto isto, alerta todas as entidades que possuam estes lotes de medicamentos em stock para não os vender, dispensar ou administrar, devendo proceder à sua devolução.

Aos doentes que estejam a utilizar fármacos pertencentes a estes lotes, o Infarmed recomenda que não interrompam o tratamento, devendo, logo que possível, adquirir um medicamento alternativo.