“Foi a época dos Contratos Individuais de Trabalho (CIT) milionários, numa altura em que não existiam concursos."


“A atitude [da administração] tem sido de muita incompreensão em relação às necessidades dos médicos, nomeadamente em relação ao descanso compensatório.”






“É fundamental que os diretores de serviço exerçam as suas competências de direção e as questões éticas e deontológicas, ao invés de aparentarem subserviência que pode pôr em causa a segurança dos doentes e dos médicos.”