Um homem foi detido e ficou em prisão preventiva por tentativa de homicídio, posse de arma proibida, condução perigosa e evasão, num caso que envolveu uma discussão por trânsito automóvel, informou o Ministério Público.

Segundo a Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL), ficou apurado que, em 31 de julho de 2016, no decurso de uma discussão com outro homem sobre a condução dos respetivos carros, na Ameixoeira, Lisboa, o arguido empunhou uma arma e desferiu dois tiros na direção do outro condutor.

No passado dia 30 de maio, o arguido foi mandado parar no seu automóvel, na Estrada Militar, em Lisboa, por inspetores da Polícia Judiciária (PJ), não tendo obedecido à ordem que lhe foi dada, tendo violado diferentes regras de trânsito e colocando em perigo a vida e a integridade física dos peões que naquela rua circulavam.

"Na sequência da perseguição policial que lhe foi movida, o arguido foi detido pelos inspetores da PJ, e, quando se encontrava detido, no interior do carro policial, conseguiu, com o auxílio de um grupo de populares, sair do carro e pôr-se em fuga", refere a PGDL, acrescentando que o suspeito acabou por ser localizado e detido na passada quarta-feira.

Ouvido por um juiz de instrução criminal, o arguido ficou em prisão preventiva.

A investigação prossegue sob a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, com a coadjuvação da PJ.