O automobilista que conduziu um automóvel em contramão durante 15 quilómetros na A8 já foi identificado. O incidente aconteceu esta segunda-feira, cerca das 16:00.
 
Trata-se de um homem com 22 anos, residente em Rio Maior, que conduziu o Honda Civic, durante vários quilómetros, em contramão, no corredor mais à esquerda da faixa de rodagem sentido sul-norte.

Às autoridades, o jovem contou que fez a viagem a «100/120 km/h» e que inverteu a marcha quando chegou às portagens do Bombarral depois de ter entrado na A8 em Loures.Quatro condutores que se cruzaram com o veículo em contramão denunciaram-no às autoridades.

À GNR, o «condutor assumiu que tinha sido ele a cometer a infração e disse que não se apercebeu». «Até ao momento desconhece-se o real motivo pelo qual fez aquela condução perigosa», contou à TVI o Comandante do Destacamento de Trânsito da GNR Torres Vedras.
 
Depois de uma viagem de 15 quilómetros, o automobilista voltou a fazer inversão de marcha para sair da autoestrada no Nó do Ramalhal, onde até pagou portagem. A GNR sabe que, já fora da autoestrada, o jovem terá sofrido um despiste sozinho, sem envolvimento de outras viaturas.
 
Desconhecem-se os motivos que terão levado o condutor a cometer este crime de condução perigosa que pode resultar numa pena de dois anos de prisão.