A GNR anunciou hoje a detenção de três jovens com idades entre os 19 e os 28 anos suspeitos de tráfico de drogas junto a várias escolas, em Arganil.

Uma fonte da GNR disse à agência Lusa que as detenções foram efetuadas, na quinta-feira, por militares do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã, no âmbito de uma operação que “incluiu duas buscas domiciliárias”.

“O tráfico era realizado em escolas pelo concelho todo, mas mais na vila de Arganil”, no distrito de Coimbra, acrescentou o comandante do Destacamento Territorial da GNR.

O capitão Jorge Santos disse que os detidos residem na zona de Arganil e “não têm antecedentes” pela prática do mesmo tipo de crime.

Em comunicado, o Comando Territorial de Coimbra da GNR revela que um dos suspeitos tem a profissão de madeireiro, enquanto os restantes são desempregados.

O inquérito “por tráfico de estupefacientes junto a estabelecimentos de ensino” decorria há cerca de oito meses, adianta.

Das buscas domiciliárias resultou a apreensão de uma arma caçadeira de calibre 9mm transformada, 68 doses individuais de ‘cannabis sativa’, 36 doses individuais de haxixe, uma balança de precisão, cinco telemóveis e um punhal, “entre outros objetos relacionados com a atividade desenvolvida” pelos suspeitos.

Os detidos foram hoje apresentados no Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra, onde às 12:00 estavam ainda a ser ouvidos.