O grupo parlamentar do PS requereu a audição urgente da Associação Portuguesa dos Industriais de Carne (APIC) e da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) por causa da crise na suinicultura nacional.

Os deputados consideram que “há um manifesto desencontro de interesses entre a produção, que está numa grave situação social, e a indústria e distribuição”, lembrando que a carne de porco nacional cobre apenas 55% das necessidades.

Nos últimos tempos a sociedade tem sido confrontada com várias manifestações de produtores de carne de porco junto de estabelecimentos industriais, a última em Rio Maior, com o intuito de chamar a atenção para o que consideram ser um abuso das empresas de transformação e de distribuição, que continuam a colocar no mercado produto não português”, salientam no requerimento.

O documento sublinha igualmente que a crise da suinicultura, associada ao embargo russo, exige soluções que “carecem de intervenção europeia, de abertura de novo mercados e promoção do consumo de carne de porco nacional”, pelo que os deputados consideram “muito importante” a audição urgente dos representantes da indústria e da distribuição.