Um homem de nacionalidade chinesa foi detido pela GNR, na fronteira do Caia, em Elvas (Portalegre), por alegado branqueamento de capitais e tentativa de suborno. O indivíduo tinha no carro cerca de 430 mil euros em notas.

Segundo um comunicado do Comando Territorial de Portalegre da GNR, a detenção do homem, de 47 anos, foi efetuada na quinta-feira, por militares do Destacamento Territorial de Elvas, durante uma ação de fiscalização.

Os militares abordaram uma viatura a entrar em território nacional, tendo sido encontrado no seu interior, dissimulado numa mala de viagem, cerca de 430 mil euros divididos em maços de notas de 50 euros"

 O dinheiro foi apreendido, não sem antes, segundo a guarda, o suspeito ter tentado "subornar os militares para que pudesse seguir viagem com o dinheiro".

O detido foi constituído arguido e ficou sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Desde o início deste ano, as autoridades portuguesas e espanholas já apreenderam na fronteira do Caia uma quantia superior a 1,3 milhões de euros em numerário, a pelo menos cinco pessoas de nacionalidade chinesa.