O inverno começa este domingo no hemisfério norte, um momento de celebrações ao longo da história ao qual se associou o Natal, e chega às 23:03, numa fria noite, ainda que celebre o sol.

A estação mais fria do ano, o inverno chega com todos os pergaminhos. Sem chuva, mas com temperaturas que podem atingir valores negativos na região interior norte, com valores máximos que não irão além dos 19 graus (arquipélago da Madeira), segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

O solstício de inverno assinala também o dia mais curto do ano e a partir do qual os dias começam gradualmente a ser maiores. Será um domingo com sol de pouca dura, nascendo às 07:51 e pondo-se às 17:19. Uma semana depois, já se põe quatro minutos mais tarde.

O solstício (do latim Solstitium, associado à ideia de que o Sol devia estar estacionário, ao atingir a sua mais alta ou mais baixa posição no céu) é o momento em que o sol atinge as posições máxima e mínima de altura em relação ao equador, como explica o Observatório Astronómico de Lisboa.

Desde a antiguidade que se celebra o solstício, estando o Natal relacionado com a cristianização dessa festa tradicional, que simbolizava o renascimento, o reinício, o sol e o momento em que a luz vencia a escuridão, porque a partir daí os dias iam voltar a ser maiores.

Na história não faltam referências ao solstício de inverno, uma data importante na Roma antiga ou na Europa pré-cristã, nem cerimónias para o assinalar ainda hoje, da China aos países da América do Sul. Em Portugal, uma tradição que ainda se mantém na zona de Bragança, dos caretos ou «festa dos rapazes», é uma festa do solstício de inverno.

As festas pagãs que tradicionalmente se faziam para comemorar o solstício de inverno e honrar o sol terão, a partir do século IV, sido associadas ao Natal, uma festa cristã que assinala o nascimento de Jesus.

Com o Natal a aproximar-se, é o inverno que chega e que vai ficar por 89 dias, até ao próximo equinócio, da primavera. Chegará a 20 de março, às 22:45, numa noite tão grande como o dia.