Uma mulher portuguesa de 70 anos foi assassinada na sua casa no sábado em Nhamatanda, província de Sofala, no centro de Moçambique, informou a polícia moçambicana citada esta terça-feira na imprensa local.

Segundo Daniel Macuácuá, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em declarações ao jornal moçambicano A Verdade, a mulher era comerciante naquela localidade, viúva e vivia no país há mais de 50 anos.

O porta-voz da PRM acrescentou que a mulher foi assassinada por desconhecidos, que se encontram em parte incerta.

Fonte consular portuguesa contactada pela Lusa garantiu que as autoridades de Portugal estão a acompanhar «diligentemente» o assunto e a apoiar a família da vítima.