“Há alguns hospitais em todos os grupos com real pressão sobre as camas, apresentando taxas de ocupação média anual muito próximas ou superiores a 100%”, prossegue o documento.









Menos camas e fecho de SAP aumentaram afluência às urgências 








“Estamos preocupados com a sobrelotação da urgência, o que não é exclusivo português, pois tem acontecido em todo o mundo”, disse.